Parque Nacional da Serra da Canastra
Parque Nacional da Serra da Canastra 13/11/2018

Criado em 1972 para preservar a nascente do Rio São Francisco, tem paisagens exuberantes onde predominam os Campos de Altitude e o Cerrado. É obrigatório contratar guia para a travessia entre a parte alta e a baixa da Casca d’Anta, única queda dentro da área de preservação. No entanto, o acesso é complicado para a maioria das atrações – a companhia de um monitor torna os passeios mais seguros.

Vale lembrar que no pequeno Centro de Visitantes não é possível contratar guias. Com um pouco de sorte, é possível encontrar belos animais no parque: veado campeiro, tamanduás-bandeiras, lobos-guarás e tatus-canastra.

Acesso: O caminho mais usado é a MG-341, via Piumhi. São 58 km até São Roque de Minas e mais 7 km até a Portaria São Roque, a principal do parque. Além dela, há outras três portarias: no município de Sacramento, no distrito de São João Batista e no acesso à parte baixa da Casca d’Anta, em São José do Barreiro. Entre as portarias São Roque e Sacramento, por dentro do parque, são 70 km de estrada ruim, que alterna trechos de terra e pedras. As cidades mais próximas da portaria Sacramento são a própria Sacramento (79 km) e Delfinópolis (84 km), ambas com acesso por estradas de terra. Para quem chega de Araxá, a portaria mais próxima é a São João Batista.

Melhor época: As estradas tendem a piorar de novembro a março, época de chuvas. Nesse período, pode haver trechos intransitáveis para veículos de passeio. Informe-se antes de ir. Informações: Instituto Chico Mendes, 3433-1326 (São Roque de Minas). O parque funciona entre 8h e 18h, com entrada até 16h. R$ 7,50

Não há comentários para este post, seja o primeiro!
Nome
E-mail
Seu e-mail não será exibido.
Comentário
Contato
Rodovia MG 050, Piumhi MG - CEP 37925 000 (37) 9 9956-8248 contato@diretodeminas.com CNPJ: 024166124/0001-00 09:00 às 18:00
Formas de Pagamento
© Copyright 2019 | Direto de Minas - Todos os direitos reservados